Transtorno de Adaptação ou Ajustamento

26/04/2015 15:25

Transtorno de Adaptação ou Ajustamento pode aconceter em qualquer momento da Vida, quando tem emoções fortes, pode acontecer estresse forte no trabalho, mundanças de rotina no trabalho, demissão,dificuldades de relacionamento, na família em lidar com situações de enfermidade ou morte,divórcios, brigas, no convivio social, com situações de relacionamento, na faculdade execesso de provas e apresentações, as emoções pode causam o bem estar e o mal estar, e geralmente o causador do transtorno é o mal estar em alguma situação, no qual, não aceitou, causou estresse, dificuldades em lidar com as emoções.

Leia o texto e conheça mais sobre o tema:

Transtorno de adaptação ou stress emocional pode ser definido como um estado de desequilíbrio do funcionamento psíquico e orgânico que ocorre quando o organismo necessita utilizar seus recursos psicobiológicos para lidar com eventos que exijam uma ação defensiva. 

O transtorno de adaptação é desencadeado pela necessidade da pessoa de lidar com algo que ameaça sua homeostase ou equilíbrio interno. Quando os recursos do momento são insuficientes devido à vulnerabilidade pessoal ou à ausência de estratégia de enfrentamento ou, ainda, pela gravidade ou intensidade do estressor presente, o organismo pode ser afetado em sua plenitude com conseqüências graves para sua saúde física ou mental (Lipp, & Rocha, 1996; Magalhães, 2003; Steiner, & Perfeito, 2004; Andrade, & Lotufo Neto; 2004; Savoia, 2003; Yehuda, & McEwen, 2004; Steptoe, 2005).

Adaptar-se a uma nova situação, lugar ou atividade tem se tornado hoje em dia algo muito comum e frequente. A vida moderna tem exigido de todas as formas estas mudanças e nem sempre são do nosso agrado. Muitas vezes estas mudanças se transformam em algo muito desagradável ou até mesmo prejudicial a curto e longo prazo. Causando sintomas preocupantes que ficam entre a linha do normal e patológico (anormal, transtorno mental) em nosso corpo. Este quadro chama-se Transtorno de Adaptação. E tem sido muito frequente na vida de muitas pessoas.

Toda ação que provoca uma reação no organismo recebe o nome de estresse. “Quando expostos a fontes crônicas de estresse, essas reações provocadas pelo sistema nervoso se tornam bem mais frequentes, e se transformam numa situação contínua de adaptação”. Por isso, o transtorno de adaptação é constituído de três estágios:

-ALARME: quando o corpo se prepara para uma reação.

-RESISTÊNCIA: que é a prolongação do estresse.

EXAUSTÃO: quando há uma exposição contínua ao agente estressor, por um tempo prolongado, e com aparecimento de doenças ou até a morte.

-

QUAL SÃO OS SINTOMAS E SINAIS DESTE TRANSTORNO?

O quadro costuma-se começar logo no mês seguinte em relação à mudança ou do acontecimento estressante.

Os sintomas podem variar e a pessoa pode estar consciente ou não dos fatores estressantes que causam a perturbação.

Os sintomas podem ser diferentes nas crianças, adolescentes e adultos:

-Crianças: Fenômenos Agressivos como voltar a ter enureses noturna (urinar dormindo), usar uma linguagem infantil.

-Adolescentes: São mais relacionados com o comportamento, como na expressão dos impulsos que normalmente eram reprimidos.

-Adultos: São sintomas mais depressivos. LEMBRANDO que não se encaixam de forma completa no diagnóstico da doença depressão.

Sintomas Gerais:

-Humor deprimido.

-Ansiedade.

-Preocupação.

-Sentimento de incapacidade para enfrentar os problemas, de planificação do futuro e de poder continuar na situação presente.

-Um certo grau de deterioro da rotina diária (Trabalho, Escola).

Dificuldades de adaptação podem levar a outro problema, como o prejuízo na vida social, no desempenho acadêmico/profissional e no autocuidado.

DURAÇÃO: Podem ser:

Agudo: se a alteração persiste por menos de 6 meses.

Crônico: se persiste por mais de 6 meses.

O QUE PODE CAUSAR ESTE TRANSTORNO?

Gravidez, trocar de escola, de cidade, de trabalho, velhice, perda de uma pessoa, síndrome do ninho vazio, filhos, netos, noras, genros, um evento estressante como por exemplo divórciodesemprego, hospitalização prolongada, doença crônica, mudança de residência, aposentadoria, nascimento de um filho, fim de um relacionamento, estado de refugiado, desastre natural, dentre outros.

Os estressores podem afetar um único indivíduo, toda uma família, um grupo maior ou uma comunidade. Alguns estressores podem acompanhar eventos evolutivos específicos, como é o caso do ingresso numa nova escola, ter que deixar a casa dos pais, casar-se, tornar-se pai ou mãe, fracassar em atingir objetivos profissionais, aposentar, etc.

TRATAMENTO:

O Tratamento deste transtorno deve ser multidisciplinar, com médicos, psicólogos, terapeutas e nutricionistas.

Outra dica muito importante, é praticar atividades físicas, melhorar a alimentação, e, além disso, fazer um tratamento medicamentoso dos sintomas decorrentes como, por exemplo, o estresse e a ansiedade.

https://saudecomestilo.blogspot.com.br/2012/09/transtorno-de-adaptacao.html


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!