Depressão

20/02/2015 17:08

Carta da Depressão

 

        Olá, alguns já me conhecem, conviveram longos anos ou alguns meses, mas tem pessoas que nunca sentiram eu chegar e ir embora, ou nunca deixaram eu participar de suas vidas.

       Muitos me criticam, que as vezes causo uma sensação de morte, mas sou uma prima distante da morte, então as vezes causo essas sensações, posso listar muitas outras críticas sobre os sintomas que causo nas pessoas: sensação de vazio, tristeza profunda, vontade de chorar, sonolência constante, irritação com pessoas próximas, sensibilidade auditiva, os sons de música alegre me irritam, as pessoas alegres me incomodam, desconfio que todos falam e dão risadas de mim, eventos sociais não vejo graça, não tenho prazer em coisas que falam e deixam as pessoas alegres.

      Muitas pessoas perguntam, “Quem Sou Eu” Sou a mais profunda das tristezas e gosto de viver dentro de pessoas vazias, que deixaram de cuidar de suas vidas e saúde, o tipo de pessoa que gosto, é fácil de encontrar, tem muitas hoje na sociedade.

     O perfil das pessoas que consigo conquistar, são aquelas que não gostam de atividades de lazer, não realizam atividades físicas, não tem horário para descanso, dormem pouco, não se alimentam corretamente, só querem trabalhar, deixam de lado suas vidas sociais, seus sonhos, suas expectativas e sua vontade de ser feliz, a felicidade eu conheço e muito, e ela não é superficial, ela é intensa, por isso quando eu entro na vida da pessoa também sou intensa e profunda.

     Não procuro as pessoas, elas vem ao meu encontro, quando percebo, estou convivendo ao lado dela 24 horas por dia, e elas sentem-se à vontade, até que a vida social começa a dar sinais que algo está errado, que ela não é a mesma pessoa, baixo autoestima, demonstra muitas irritação, começa ocorrer atrasos na rotina do trabalho e faltas, não sai mais de casa ,os relacionamentos começam a enfraquecer,  a  família sempre vê ela de pijama e querendo ficar dormindo, mas até perceber que está ocorrendo todas essas situações, eu já estou participando da vida a muito tempo, muitos me confundem com uma tristeza que logo vai passar, e o logo dura meses e as vezes até anos, biologicamente falando estou  convivendo com ela a muito tempo, mas só percebe, quando fisicamente o corpo começa a dar sinais, gripe, dor no corpo, dor de cabeça, falta de disposição, aumento da ansiedade, as vezes até outras doenças que poderiam ser prevenidas, quando a mente está doente o corpo também adoece.

   Eu não entro na vida das pessoas, se o corpo e a mente estiverem saudáveis e em sintonia, mas geralmente se descuidam, já vi muita gente procurar ajuda, vai do médico, começa a utilizar medicações, e dois a três meses sente-se um pouco melhor, e deixa a medicação de lado, e eu ainda estou lá dentro, sem força para reagir por causa da medicação, mas quando a pessoa para com a medicação, venho com força total, como fiquei quietinho por um período, quando acordo, parece que tenho mais força e alguns parentes me visitam e me fazem companhia, que são: tristeza, perda de interesse, ansiedade, angústia, desesperança, estresse, culpa, perda da libido, dificuldade de raciocínio, indecisão, baixa autoestima, alterações no sono, ideação suicida, entre outros que fazem a pessoa perder o brilho.

   Mas tem pessoas que até entro na vida delas, mas elas procuram um Médico e começam a tomar medicação da forma correta, o médico orienta procurar um Psicólogo, e minhas forças começam a enfraquecer, tem dias que eu estou deprimido porque preciso de alguém fraco para sentir-se forte, então a pessoa muda seu estilo de vida, começa com boa alimentação, atividade física, vai no Psicólogo e no Médico, consegue resolver seus problemas que incomodavam a muito tempo, sente-se confiante, com autoestima elevada, dorme bem, começa a sentir a tal da felicidade, no qual não sei a sensação, mas sei que nunca vejo ela deprimida, as vezes observo ela para baixo, mas são poucos dias, logo ela está alegre novamente, eu me sinto diferente, meus dias são sempre uma profunda tristeza, procurando alguém para dividir está tristeza, e aceito qualquer idade, crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Assinatura: Depressão

Narrativa dos Sintomas relacionados a Depressão.

Autora: Psicóloga Simone Padilha CRP 12/13390


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!